fbpx

YouTube SEO: Como ranquear os seus vídeos no YouTube

Neste artigo vamos ajudá-lo a elevar o posicionamento da sua marca nos resultados de pesquisa do YouTube, através da estratégia de YouTube SEO.

Para isso vamos falar-lhe um pouco sobre a história da plataforma, em que consiste e como funciona, mostrando-lhe as técnicas essenciais a esta estratégia e oferecendo-lhe uma checklist que o vai ajudar a implementar as técnicas para posicionar os seus vídeos nos primeiros resultados do YouTube.

O YouTube

O YouTube foi criado em 2005 e é, desde então, a maior plataforma de vídeos da Internet e um dos maiores motores de busca.

A plataforma foi fundada por 3 ex-funcionários do PayPal, contudo passado 1 ano da sua existência, em 2006, a Google comprou o YouTube e desde aí a plataforma funciona como uma das subsidiárias da Google.

Como qualquer motor de busca, o YouTube também oferece o seu próprio sistema de pesquisa, para que os utilizadores encontrem mais facilmente o conteúdo que procuram.

Tendo sido comprado pela Google, o YouTube segue a mesma inteligência de pesquisa e o mesmo propósito que o Google: oferecer a melhor experiência de pesquisa aos seus utilizadores.

Distinguindo-se como a maior plataforma de partilha de vídeos, o YouTube foi o responsável pela transformação dos vídeos em um dos principais formatos de conteúdo, tanto para o consumo próprio como para o Marketing Digital.

O conteúdo em vídeo é, atualmente, o tipo de conteúdo que oferece melhores resultados e por isso, muitas empresas e especialistas em marketing de conteúdo optam por esta técnica para a divulgação das marcas.

O SEO

O SEO (Search Engine Optimization) é uma estratégia de marketing digital que tem como objetivo potencializar e melhorar o posicionamento do conteúdo das marcas nos motores de busca, aumentado a sua quantidade de tráfego orgânico.

Embora as técnicas de otimização sejam diferentes para websites e vídeos, o propósito é o mesmo.

Se quiser saber mais sobre o que é SEO para websites, visite o nosso artigo sobre O que é SEO.

Continuando com o tema deste artigo, vamos ver o que é o YouTube SEO.

O que é o YouTube SEO?

O YouTube SEO consiste na colocação do conteúdo segundo as regras da própria plataforma.

Essas regras são assentes nos seguintes fatores:

1 – Pesquisa de keywords (palavras-chave)

As keywords são uma parte fundamental da estratégia de YouTube SEO. 

Através delas o YouTube identifica o tema do vídeo, indexa o conteúdo e associa-o aos termos de pesquisas inseridos pelos utilizadores. Isto só é possível se as keywords estiverem inseridas nos devidos campos, como título, tags e descrição.

Contudo, é necessário ter em atenção que a pesquisa de keywords, para a estratégia de YouTube SEO, deve ser feita de maneira diferente da pesquisa de keywords para os outros motores de busca, uma vez que o tipo de informação que os utilizadores procuram no YouTube é diferente do tipo de informação que pesquisam no Google, por exemplo.

Para que realize a sua pesquisa de keywords corretamente, vamos abordar as 5 etapas essenciais e que deve cumprir de maneira, a que a sua estratégia de YouTube SEO gere os resultados que deseja.

Etapa 1 – Reunir lista de tópicos

Primeiramente, deve começar por reunir uma lista de todos os tópicos sobre os quais pode criar conteúdo para o seu vídeo dentro do contexto do que é o YouTube.

Normalmente, quando os utilizadores pesquisam no YouTube eles procuram vídeos que se relacionem a uma determinada identidade ou que resolvam um problema específico.

As consultas de alto volume do YouTube estão, em grande parte, relacionadas com as consultas que contêm vídeos nas pesquisas do Google. Por isso, uma maneira de aprimorar a sua lista de keywords de forma eficaz é através dos recursos SERP de vídeo. Para consultar estas informações pode usar diferentes ferramentas de keywords como por exemplo: SEMrush e Ahrefs.

Etapa 2 – Gerar ideia de keywords

Depois de reunir a sua lista de tópicos e ideias de conteúdo, a próxima etapa é aprimorar esses tópicos numa lista de keywords que poderá otimizar. 

Para isso existem diversas ferramentas que o podem ajudar:

  • Ahrefs;
  • Relatório de fontes de tráfego do YouTube.

Etapa 3 – Volume de pesquisa

A próxima etapa, na pesquisa de keywords para a sua estratégia de YouTube SEO é obter os dados relativos ao volume de pesquisa de cada uma das ideias de keyword.

Depois de obter esses dados, deve aperfeiçoar a sua lista e incluir somente aquelas com um volume de pesquisa significativo.

Etapa 4 – Competitividade das keywords

Nesta etapa, comece por pesquisar no YouTube cada uma das keywords selecionadas na etapa anterior e, em seguida, assista a cada um dos 5 a 10 vídeos melhor posicionados.

Depois de assistir os vídeos, deve fazer uma avaliação qualitativa acerca da sua qualidade e fornecer uma pontuação geral de 0 a 10.

Por exemplo, se um dos vídeos possuir boa qualidade e os restantes forem de baixa qualidade a nota ideal deve ser entre 4 e 5.

Se houver muitos vídeos de boa qualidade que respondem às necessidades de pesquisa dos utilizadores, provavelmente o seu conteúdo não será capaz de competir com os vídeos já existentes.

Por outro lado, se a maioria do conteúdo existente não possuir uma boa qualidade, isso pode representar uma oportunidade para o seu vídeo.

Etapa 5 – Oportunidade

Concluída a etapa anterior, agora deve calcular a sua pontuação de oportunidade no YouTube, de maneira a descobri o potencial de cada keyword.

Para isso deve dividir o volume de pesquisa pela qualidade média do vídeo. Depois disso deve fazer uma lista de oportunidades e priorizar as keywords que deve utilizar na sua estratégia de YouTube SEO.

2 – Nome do arquivo

Antes de proceder ao upload dos seus vídeos é importante certificar-se de que o nome do seu arquivo é descritivo, inclui a keyword principal e que cada palavra é, devidamente, separada por um hífen (ex: como-ranquear-os-seus-vídeos. mp4).

Desta forma, o YouTube consegue identificar, através do nome do arquivo, qual é o assunto do vídeo.

3 -Título do vídeo

O título é o primeiro contacto que os utilizadores têm com o conteúdo do seu vídeo.

Um dos campos, onde é fundamental colocar a keyword, é no título. Este é um dos fatores mais importantes para o YouTube fazer a indexação e o ranqueamento do conteúdo.

Outro fator essencial, é o alinhamento do título com a pesquisa dos utilizadores, pois quanto mais próximos forem melhor posicionado ficará o vídeo.

O título do seu vídeo deve conter no máximo 100 caracteres.

4 – Descrição

A descrição é outro campo ao qual se deve dar a devida atenção e preencher. O conteúdo da descrição deve ser descritivo e informar acerca do assunto que o vídeo aborda.

Uma boa descrição pode ser uma ferramenta de persuasão para que os utilizadores assistam ao seu vídeo. Através de uma descrição atraente é possível aumentar o envolvimento dos seus vídeos.

Por outro lado, a descrição também serve para que o algoritmo do YouTube identifique o conteúdo do vídeo por isso, o uso de keywords na descrição, nomeadamente no primeiro paragrafo, é fundamental para impulsionar o ranqueamento.

A descrição deve conter no mínimo 250 palavras, assim como os devidos hashtags e os links para o seu website e respetivas páginas nas redes sociais.

5 – Tags

As tags no YouTube são etiquetas que classificam o assunto abordado no conteúdo dos seus vídeos e que ajudam no seu ranquemento.

Elas são um dos fatores que o YouTube utiliza para identificar o conteúdo de um vídeo e fazer a sua indexação.

Contudo, é também com base nas tags inseridas que o YouTube faz a recomendação dos vídeos relacionados, o que contribui para o aumento do tráfego aos seus vídeos.

Segundo alguns autores de boas práticas desta estratégia, é aconselhada a não utilização de mais de 10 tags.

6 – Divulgação do canal e dos vídeos

Para além, das otimizações que pode realizar dentro do seu canal de YouTube, existem outras técnicas que pode pôr em prática para aumentar o envolvimento e as visualizações aos seus vídeos:

  • Divulgar através dos conteúdos de e-mail marketing;
  • Divulgar os vídeos nas redes sociais;
  • Incorporar os vídeos em assuntos de blog relacionados;
  • Usar CTAs que incentivem os utilizadores a interagirem com os seus vídeos.

7 – Thumbnails, cartões e ecrã final

As thumbnails, também conhecidas como miniaturas, são a primeira coisa que os utilizadores veem quando encontram o seu vídeo na página de resultados de pesquisa do YouTube.

A personalização destas miniaturas, através da introdução de uma imagem forte e atrativa, oferece aos seus vídeos melhores resultados.

Relativamente aos cartões, estes são notificações pré-formatadas, que vão aparecendo aos utilizadores, no canto superior direito da tela, enquanto assistem o vídeo.

A sua introdução permite incentivar os utilizadores a realizarem uma ação, através da promoção da sua marca, do seu website ou de outros vídeos do canal.

Por último, mas de igual importância, deve introduzir os ecrãs finais aos seus vídeos.

Os ecrãs finais podem ser adicionados aos últimos 5 a 20 segundos dos seus vídeos e permitem promover até quatro elementos, desde a sugestão de outros vídeos, listas de reprodução ou canais até ao apelo pela subscrição do seu canal e promoção do seu website.

Na verdade, os ecrãs finais são uma ferramenta que pode ajudar a aumentar o tempo de visualização no seu canal e, consequentemente, o seu envolvimento.

O algoritmo do YouTube

Com base nos fatores acima referidos, os seus vídeos estarão preparados para serem mais bem interpretados pelos robôs do YouTube.

Quando o utilizador inicia alguma pesquisa no Youtube, os robôs da plataforma analisam, por ordem de relevância, todos os vídeos e canais. Através desta análise os robôs determinam quais são os melhores resultados para cada utilizador, com base em diferentes critérios.

Para fazer as recomendações, o algoritmo do YouTube para além dos fatores acima descritos, baseia-se ainda em dados de desempenho, dos vídeos que irá sugerir, e dados de comportamento do utilizador (buyer personas). Por isso é tão importante a qualidade do conteúdo.

Dados de desempenho

  • Cliques no vídeo: São consideradas as Impressões x visualizações;
  • Tempo assistido do vídeo: Tempo de exibição ou de retenção do vídeo;
  • Interações com o vídeo: Likes, deslikes, comentários e partilhas ao vídeo;
  • Popularidade do vídeo: Velocidade de visualização do vídeo e taxa de crescimento;
  • Tempo de sessão: Quanto tempo os utilizadores passam na plataforma depois de assistir o vídeo.

Dados de comportamento do utilizador (buyer personas)

  • Canais e tópicos assistidos anteriormente;
  • Envolvimento com vídeos anteriores;
  • Quantas vezes o vídeo já apareceu ao utilizador;
  • Vídeos marcados, pelo utilizador, como “não tenho interesse”.

Como acontece com o Google, o histórico de pesquisa dos utilizadores, também é um ponto essencial na apresentação das páginas de resultados.

O algoritmo do YouTube possui, então, critérios de envolvimento e de otimização do canal para ranquear os resultados. Um canal de YouTube que contenha vários comentários e partilhas irá, certamente, posicionar-se melhor do que um que não tenha tão bom envolvimento.

Resumidamente, a estratégias de YouTube SEO é o que tem que fazer para conseguir obter o posicionamento que deseja na página de resultados do YouTube.

Para tornar o seu trabalho mais simples, deixamos-lhe aqui uma checklist para YouTube SEO.

Faça o download e eleve o seu negócio nas primeiras posições do YouTube!

Checklist YouTube Video SEO

Download

Enviar ligação de download para:

Confirmo que li e concordo com a Política de Privacidade.

Se preferir pode, também, entrar em contacto connosco para o ajudarmos nesse processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *