fbpx

A verdade por trás do E-mail Marketing

O que é o E-mail marketing?

O E-mail marketing é conhecido como uma estratégia de marketing que permite o envio de e-mails comerciais de forma a promover novos produtos, serviços, entre outros. 

Quando usada corretamente, esta estratégia de marketing permite, às empresas, que se comuniquem facilmente com os clientes enquanto, inconscientemente, trazem conhecimento para a sua marca /empresa.

Como o E-mail marketing é importante/efetivo?

Dado que a sociedade atual é altamente orientada para a tecnologia, o e-mail marketing é a melhor, senão uma das melhores estratégias de marketing a ser implementada. 

O e-mail é um importante método de comunicação dentro das empresas, é rápido, econômico, de fácil acesso e também de fácil partilha. Utilizando-o como um meio de comunicação, as empresas podem disseminar informações diretas de forma eficiente e efetiva dentro de si mesmas, bem como segmentá-lo adequadamente para os clientes.

Ao permitir a comunicação direta com os clientes, o e-mail marketing, garante que haja uma direção, da comunicação, para os clientes mais envolvidos com a empresa.

Personalizar o relacionamento com os clientes aumenta a possibilidade dos mesmos partilharem o e-mail com outros amigos e familiares, que também demonstram interesse em “fazer parte” do negócio.

A estratégia de e-mail marketing permite maiores taxas de conversação, além de aumentar o potencial de atingir um público global.

Morte por SPAM

O maior medo de todas as empresas com o e-mail marketing é que o seu e-mail, há muito pensado, acabe perdido no limbo da pasta de spam de um cliente, nunca aberta ou lida. Embora esse seja um equívoco comum em muitas empresas, há várias maneiras de evitar isto como um todo:

Personalizar os e-mails

Ao escrever e-mails promocionais para clientes, certifique-se de que eles sejam bem pensados ​​e não apressados. 

Um e-mail mais personalizado e amigável irá envolver os clientes e fazer com que eles se sintam importantes, em vez de serem apenas mais uma pessoa numa lista. Uma maneira simples de conseguir isso é incluir os primeiros nomes dos clientes no início do e-mail, tornando o endereço “De” facilmente reconhecível e tornando a linha de assunto clara e envolvente.

Incluir nomes próprios nas saudações, por e-mail, pode fazer com que pareça que a empresa se esforçou para se dirigir pessoalmente aos clientes. Algo tão simples como pedir um primeiro nome junto com o e-mail, no momento de inscrição, para receber mensagens promocionais, pode fazer uma significativa diferença no futuro da estratégia, evitando assim possíveis pastas de spam.

Ao olhar para a visualização do e-mail, o cliente, irá ler “Bom dia Maria” ou “Olá Maria” e surgirá um maior interesse em abri-lo do que se lê-se “Caro cliente fiel” ou apenas “Olá”.

Esta configuração, do filtro automático, é um reforço à estratégia que demonstra um especial empenho e que, pode diferenciar, significativamente, a receção dos e-mails. Através da atenção direcionada a cada cliente, a probabilidade de o mesmo marcar o email como Spam ou de cancelar totalmente a assinatura, é consideravelmente menor.

Outra maneira simples de evitar o Spam é incluir um endereço facilmente reconhecível. É essencial, certificar-se de que os clientes saibam de quem estão a receber e-mails, em vez de adivinhar ou ficar incomodados por não saberem quem lhes está a enviar e-mails. Além de tornar o nome da empresa visível,  certifique-se também de que o endereço seja “amigável” e não grite “E-MAIL AUTOMATIZADO A SER ENVIADO”. 

Abaixo estão alguns exemplos de e-mails que devem e não devem ser usados.

Sim:

newsletter@brandbydifference.com

support@brandbydifference.com

JoaquimSantos@brandbydifference.com

Não:

noreply@brandbydifference.com

123xyz@domain.com

JoaquimSantos@gmail.com

O terceiro, e último, método de personalizar e-mails, facilmente, é deixar a linha de assunto clara e envolvente, em vez de parecer que foi gerada por um computador. 

Dedicar tempo para escrever, claramente, o assunto do e-mail, seja para a promoção de  um novo artigo ou de um novo produto, aumenta a possibilidade de deixar os clientes mais ansiosos para clicar e abrir o e-mail.

Ao escrever linhas de assunto claras, certifique-se de evitar palavras em MAIÚSCULAS ou qualquer exclamação extra!!!! Estas são duas das maiores bandeiras vermelhas na linha de assunto para que o e-mail seja filtrado automaticamente como Spam ou para que o próprio cliente e marque como Spam.

Informar de forma clara o que está no e-mail, como:

 “Artigo mais recente: A verdade por trás do e-mail marketing ” 

Em vez de, escrever algo desagradável, como: 

“AL3RTA N0V0 ART1GO !!!!”

Com este último, o cliente, provavelmente, não se irá preocupar se é um e-mail que deseja abrir ou marcar como Spam.

Evitar gatilhos de spam acidentais

Os provedores de serviços da Internet, configuraram filtros que os subscritores podem utilizar para ajudar a remover qualquer e-mail detectado como spam na sua caixa de entrada principal. 

Mesmo seguindo, apenas, as etapas anteriores, e-mails bem elaborados podem acabar filtrados no Spam se contiverem apenas um simples gatilho. 

Alguns dos gatilhos mais populares são palavras quentes, fontes / cores excessivas, conteúdo de rich media e ortografia e gramática incorretas.

Palavras quentes: são palavras que devem ser evitadas, a todo o custo, nos e-mails. A presença destas palavras facilita o levantamento de bandeiras vermelhas. Alguns exemplos são: Grátis, Dinheiro, Melhor Preço, etc.

Fontes/cores excessivas: Embora aos seus olhos possa parecer bom, muitos clientes preferem e-mails simples. Em vez de ler frases como ESTA, muitos clientes preferem e-mails de marketing bem colocados com uma única fonte e cor.

Conteúdo Rich Media: Embora as fotos e os vídeos pareçam grandes adições a muitas estratégias e mensagens de marketing, é preciso ter cuidado com o tamanho e o tipo de foto / vídeo que escolhe incluir. Muitas contas de e-mail, de clientes, não permitem a visualização de conteúdo Rich Media, como vídeos incorporados ou conteúdo desenvolvido em flash.

Ortografia e gramática incorreta: Este, mesmo sendo um gatilho de spam, pode ser facilmente evitado, através da revisão de todos os e-mails de forma a, garantir que os mesmos não sejam apenas bem escritos, mas também escritos de forma adequada para evitar gatilhos de spam e manter uma boa  imagem da empresa.

Enviar e-mails promocionais só para quem se inscreveu

Embora, muitas pessoas possam recorrer aos serviços ou produtos da sua empresa, nem todas desejam receber e-mails promocionais ou de marketing. 

Embora possa ser difícil comparar a quantidade de atuais clientes em relação à quantidade de pessoas que se inscreveram para receber mensagens da empresa, é sempre melhor respeitar os desejos de cada um.

O envio de e-mails não solicitados para clientes que não se inscreveram em nenhuma lista, landing page ou newsletter é um grande sinal de alerta para o Spam e pode fazer com que a empresa seja listada permanentemente na lista negra. 

Embora a proporção de clientes em relação à de subscritores possa não ser a ideal no início, ao respeitar a privacidade e manter o foco no desenvolvimento do negócio e na promoção de produtos / serviços para aqueles que se inscreveram, a lista de subscritores, certamente, começará a crescer.

Ficar em contacto com os clientes

O que é pior do que ser esquecido? Ser esquecido e ser acidentalmente marcado como Spam. 

Manter contacto consistente com os clientes é uma maneira importante de mantê-los atualizados em relação à empresa, bem como garantir que eles não se esqueçam da empresa. 

É importante espaçar a estratégia de e-mail marketing, de uma forma que não sobrecarregue o público-alvo, mas que permita que o mesmo acompanhe  as inovações ou os novos lançamentos dentro da empresa.

Aumentar a lista de subscritores

Um grande problema, com este canal de marketing, é não ter uma lista de endereços, de clientes, que têm interesse em receber e-mails e manter contacto com a empresa.

Embora o e-mail marketing seja uma das formas mais rápidas e fáceis de promover qualquer negócio, o sucesso desta estratégia depende, inteiramente, do empenho dedicado.

Deixar claro que há uma lista de e-mail

A maneira mais óbvia de aumentar a  lista de subscritores é destacar, no website, a existência de uma área de subscrição. 

Esta subscrição pode ser através de áreas como últimas notícias, ofertas exclusivas, páginas de blog, etc. O mais importante é mostrar, aos clientes, que têm a opção de se incluir nos extras que a empresa oferece. Contudo, é essencial ter cuidado, pois se os clientes não conseguirem utilizar o site facilmente, eles não vão querer receber a comunicação da empresa.  

Uma forma simples de destacar a existência de uma área de subscrição de e-mail dentro do website é através de uma pequena caixa de inscrição, normalmente, situada na parte superior ou inferior do site.

Uma outra forma, um pouco mais interativa, de o fazer é através da utilização de pop-ups. Isto leva os clientes a realizarem uma ação (sair ou preencher) se quiserem continuar no site.

Ao utilizar um pop-up, os clientes não terão escolha a não ser ler o que aparece no ecrã e selecionar se querem, ou não, subscrever naquele momento. Quer optem ou não por proceder à inscrição, naquele momento, os clientes saberão que existe a opção de subscrever uma espécie de lista exclusiva. Se optarem por aderir mais tarde, terão que procurar a caixa de inscrição que a empresa colocou, estrategicamente, na parte superior ou inferior da página, ou em pop-up.

Personalizar a inscrição

Toda a gente adora sentir que a sua voz é ouvida. 

Embora as empresas não possam enviar um e-mail personalizado para cada cliente, existem outras maneiras de alcançar essa proximidade. 

Uma estratégia para criar uma relação mais próxima com o seu cliente e, ao mesmo tempo, aumentar a sua lista de subscritores é personalizar a inscrição de forma a, adaptar a experiência do cliente de acordo com as suas preferências.

A maneira mais fácil e efetiva de personalizar uma inscrição é perguntar, literalmente, ao cliente sobre o que mais lhe interessa ouvir. Para isso, para além de solicitar que lhe faculte os dados (nome, e-mail, etc.), pergunte, diretamente, ao cliente (pode ser na forma de uma simples lista de verificação) quais são os tópicos / serviços, pertencentes à empresa, que ele gostaria de receber, abordados, em e-mails. 

Alguns tópicos/serviços que podem ser incluídos nesta lista (dependendo do tipo de negócio) são: newsletters, últimas ofertas, produtos mais recentes, blogs de funcionários/parceiros, etc.

Oferecer incentivos para aderir

Toda a gente adora economizar dinheiro, seja numa  venda/negócio ou através de um simples cupom. 

Uma maneira simples de convencer ou fazer com que os clientes se juntem a uma lista de e-mail é oferecer incentivos. Ao entrelaçar o marketing de incentivo com as estratégias de e-mail marketing, uma empresa pode reforçar o seu crescimento.

Dependendo do tipo de negócio e do seu amadurecimento, é possível determinar o grau de grandeza  dos incentivos a oferecer. 

Algumas coisas simples que podem ser oferecidas são: cupons de serviços no momento da inscrição, possibilidade de entrar e ganhar um sorteio, um serviço gratuito, acesso a versões em PDF ou artigos para download, etc. 

As possibilidades são infinitas e quando o seu conhecimento acerca dos gostos e desgostos dos seus clientes começa a aumentar, fica mais fácil adaptar esses incentivos e atender melhor às preferências dos seus clientes.

Permitir que os clientes cancelem a inscrição

Por mais clichê que pareça, outra maneira de aumentar a sua lista de subscritores é assegurar que os mesmos saibam que podem cancelar a subscrição facilmente e quando quiserem. 

Além de ser lei, facultar a oportunidade de cancelar a subscrição, mostra que, como empresa, está disposto a respeitar os desejos de cada cliente. Isto ajuda a formar confiança e relações saudáveis. 

Os clientes podem optar por cancelar a subscrição  numa empresa simplesmente porque, no momento, eles podem não estar financeiramente estáveis ​​o suficiente para continuar a comprar os serviços/produtos.

Como empresa, é difícil saber, especificamente, qual o motivo para alguém cancelar a subscrição, mas, ao permitir que o cliente o faça livremente, pode levar o mesmo a subscrever, novamente, mais tarde, quando estiver pronto ou capaz. Além disso, os clientes podem partilhar com outros amigos e familiares a experiência positiva que obtiveram através  da facilidade de inscrição, para essas ofertas comerciais exclusivas, e da facilidade do cancelamento da mesma, em caso de não haver interesse. 

O que se segue depois de enviar um e-mail

Enviar um e-mail é fácil, mas o que a empresa faz depois de enviá-lo é ainda mais importante. 

Depois de concluir todas as etapas anteriores na elaboração do e-mail de marketing, há mais algumas etapas, após o envio, que precisam ser seguidas, nomeadamente, a monitorização do sucesso da campanha:

Taxa de abertura: Permite saber quantos subscritores estão a receber os e-mails, bem como a abri-los e lê-los. Isso fornece uma melhor ideia de como a “linha” de assunto e endereço de e-mail estão a funcionar. 

  • Taxa de cliques: Permite saber quantos clientes clicam nos links do e-mail para obter ofertas ou ver novos produtos / vendas.
  • Taxa de cancelamento de inscrição: Embora possa ser visto como uma decepção, se o número for muito grande, os cancelamentos permitem entender qual o estilo de e-mail que tem melhor ou pior desempenho. Ao monitorar esta taxa, é possível ajustar as mensagens para os restantes subscritores.
  • Taxa de encaminhamento/compartilhamento: O monitoramento permite verificar quais os clientes que, realmente, defendem o negócio e têm interesse no que a empresa oferece. Isto permitirá a construção de uma base de clientes e a divulgação do nome da empresa.
  • Retorno geral sobre o investimento (ROI): Entre todas as estratégias de marketing digital, o e-mail marketing é o que, normalmente, possui um maior ROI. Embora seja, por norma, uma estratégia econômica e efetiva, pode não ser a estratégia de marketing ideal para todas as empresas, por isso o ROI deve ser calculado.

Conclusão

O marketing como um todo, seja marketing digital ou tradicional, é uma estratégia fundamental para qualquer negócio. 

Algo tão simples como um e-mail mais personalizado ou um incentivo para fazer com que um cliente se sinta preocupado, pode levar uma empresa com menos de cem a evoluir para algumas centenas de clientes.

Muitas empresas negligenciam ou esquecem completamente a implementação de E-mail Marketing nas suas estratégias. Embora possa não ser para todas as empresas, o e-mail marketing é algo que todas as empresas deveriam tentar implementar pelo menos uma vez. Esta estratégia é econômica, altamente efetiva e, de todas as estratégias de marketing digital, é a que oferece o maior retorno sobre o investimento.

Agora, que já domina melhor o tema, do e-mail marketing, pode começar a preparar a sua estratégia.

Por outro lado, se pretende apenas implementar a estratégia de e-mail marketing na sua empresa, sem ter que estudar mais sobre o assunto, fale connosco.

Na Brand By Difference somos apaixonados por novos desafios por isso, se procura um parceiro para implementar a sua estratégia, entre em contacto connosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *