O seu website é vulnerável? Saiba como resolver este Problema.

Para muitas empresas, somente quando existe uma quebra de segurança é que se torna essencial verificar se o website é seguro e se segue as melhores práticas. É um costume popular dizer “casa arrombada, trancas à porta”, mas no que à segurança web diz respeito, na BBD somos criteriosos e dizemos “mais vale prevenir do que remediar”. O espaço público da web exige um acompanhamento constante, dedicado, que seja, ao mesmo tempo, proativo e defensivo. 

Porque a tecnologia está em permanente mudança, as principais vulnerabilidades de hoje são ligeiramente distintas daquelas identificadas há alguns anos. De qualquer das formas, a melhor maneira de as combater é manter o seu website sob uma avaliação e manutenção regulares para que haja a proteção da infraestrutura de rede e servidores e para que a equipa de programação previna eventuais invasões. Estes ataques resultam de acessos não autorizados a arquivos e bancos de dados ou outras situações de clara violação.  

Aqui ficam, por isso, 3 das vulnerabilidades mais comuns em websites: 

Injeção SQL

Esta ação faz com que terceiros acedam ao banco de dados de um website para consultar, alterar ou excluir conteúdos, e também inserir códigos maliciosos. Esta é uma das formas mais antigas, comuns e perigosas de ataques virtuais e hoje, como há programas automatizados a realizar injeções de SQL, há mais ataques do que nunca.   

Exposição de Dados Sensíveis 

Informação é poder e se estivermos a falar de dados sensíveis como informações pessoais ou, mais grave ainda, exposição de número de cartão de crédito, estamos perante uma grande vulnerabilidade. A falta de criptografia para tráfego deste tipo de informação leva a roubo de identidade, fraude e outros crimes graves. 

WordPress desatualizado

Se o seu website, construído numa plataforma WordPress, estiver a correr sobre uma versão desatualizada é mais provável que seja afetado por uma falha de segurança. Com mais ou menos engenho, os hackers descobrem o caminho para o “coração” do sistema e atacam websites que ainda usam versões desatualizadas. 

Segundo uma estatística oficial do WordPress, mais de 40% dos utilizadores ainda estão a usar várias versões antigas da plataforma. 

Por tudo isto, recomendamos a supervisão responsável no desenvolvimento e manutenção do seu website. É possível antecipar, proativamente, estas e muitas outras vulnerabilidades que prejudicam gravemente os negócios e as pessoas a eles associados. Saiba com a BBD como resolver a vulnerabilidade do seu website.  Contacte-nos!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *